Cloud Computing, interesse de dominar o mundo


cloud-computingTodos sabemos que o Vale do Silício é o cenário dos gigantes, mas se não bastasse isso, em todo cenário sempre deve existir protagonistas e um principal. Tem uma empresa por lá, que assusta. A empresa símbolo do século 21, quer dominar o mundo!

Desde o dia em que publiquei que o Google deseja organizar toda a informação e conteúdo no mundo, eu parei pra pensar: até onde vai a liberdade e o real benefício para a humanidade?

De uns tempos pra cá, a moda está sendo o Cloud computing, e é para onde o Google quer nos levar. Isso tem correlação com o post acima. Até onde a tecnologia vai realmente beneficiar a humanidade, sem trazer algum tipo de ameaçar a liberdade de expressão ou o direito da privacidade?

Computação nas nuvens, é o futuro da internet segundo o Google. Neste futuro as pessoas não precisarão instalar mais softwares. Tudo girará em torno da internet, que será uma plataforma completa de aplicações. Google acredita nesta idéia.

Se a gigante estiver certa sobre a computação nas nuvens, as empresas mais tradicionais de tecnologia enfrentarão problemas. Por isso, para tentar alavancar essa área da internet, a Microsoft tentou comprar a Yahoo!.

A Google não tenta comprar gigantes e sim comprar idéias para poder integrá-las ao sistema próprio. Google não quer depender de ninguém, mas criar o seu próprio modelo de crescimento tecnológico, ditando as regras ao mundo. Monopólio, é fichinha!

Dizer que é legal usar um Gmail, onde todos os e-mail estão alocados em vários servidores, a fim de melhorar o desempenho, de usar um Google Docs, Calendar, etc., é realmente de grande valia para todos. É benefício e sei que todos pensam o mesmo. Mas, diferente é dizer:

Que as fotos da família, os vídeos, a planilha com as contas da empresa, sua sinformações bancárias, seus textos pessoais, os softwares, e tudo o que você hoje salva no seu HD, pode um dia não existir mais.

Virtualmente, tudo pairando sobre nós. Se esse dia chegar, estaremos nas nuvens… (Gostaria de inserir aqui algum tema musical de terror, pra ser se as pessoas acordam e deixem o ócio de lado).

Você acessa seus dados de qualquer computador, em qualquer lugar. Mais do que isso: os programas também ficam nas nuvens. Você recebe em sua tela o processador de textos, o editor de fotografias, enfim, o software que bem entender. Não existirá mais CPU, nem HD, a não ser um monitor e um teclado com mouse. Essa é a idéia da gigante demoníaca! Apelei…

Muita gente se pergunta: mas que mal tem isso?

Os computadores ficarão mais baratos

Mas que computadores, se a idéia é ter um monitor com teclado e chip para ler os aplicativos somente pela internet? Não será mais computador, e sim “internetador”.

A internet ficará mais barata

Mas que internet? Se hoje pagamos caro por um serviço que não faz o que  promete e não é estável. A realidade da banda larga vai demorar para estar em todas as casas, ou no mundo todo. Ah, mas não me venha dizer que você tem um serviço por R$79,00 reais e acha barato. Estamos em 2008 e a internet sendo tão limitada ao computador somente, como é que o Clud cumpting vai nos levar às nuvens?

Como pode existir infra-estrutura e investimento sufucientes para isso, sendo que a internet “globalizada” não existe ainda, e é para poucos o acesso à internet via celular, ou tão somente baixar e-mail pelo celular, ver videos pelo celular, etc. 3G como, se 80% dos usuários no Brasil, são pré-pagos?

Vamos ser otimistas! Imaginemos que isso dê certo, e imaginemos que hoje estamos em outubro de 2020, e eu estou escrevendo este texto a partir de um mini teclado e monitor de casa, (pensou em CPU? que nada, isso é do passado), através da internet que tem 5 giga de banda.

A vida aqui no futuro vai bem, todos usam seus computadores das nuvens de casa e do trabalho. O mundo inteiro gira em torno da internet, dos tantos servidores espalhados pelo mundo, e para eu poder editar minhas fotos, eu preciso usar um Photoshop via browser, sem depender de nenhum HD ou processador. É tudo mais rápido do que era quando existia CPU. Aqui no futuro, não imaginamos como seria a vida sem a internet. Tudo é feito pela internet. E quem comanda a internet é a Google…

…Até um dia dar uma pani, para o caos reinar. Empresas vão quebrar em algumas horas, e não haverá como as notícias serem publicadas, a economia mundial entrará em colapso, e os alimentos deixarão de ser produzidos porque as “máquinas” deixarão de processar, e as pessoas entrarão em choque. Um mundo dependente da internet tendo a internet parada, como seria?

Lembrei até quando um amigo disse acreditar que se houver a 3º Guerra Mundial, a internet será paralizada. Imagina… isso é uma bobagem, né! Você não acha? E, aquele papo da Bíblia que algo viria pra bem, mas no fim seria o mal, será que é o Google? Será a “febre” cloud computing? Apocalíptico? Nada… eu que fumei um, né…

Virou moda, agora tudo é “cloud”, tudo é das nuvens.

Em meio a tantos desmiolados, sempre tem uma minoria que pensa, e não tem medo de pensar, não tem medo de ser ele mesmo e não mais uma marinete do modismo:

“É uma estupidez! Pior que estupidez: é uma campanha de marketing “hype”! Alguns dizem que é inevitável – toda vez que você ouvir isso é porque existe por trás uma série de empresas “forçando” para isso se tornar realidade.” (Richard Stallman – GNU Project and Free Software Foundation)

“A indústria da computação é a única indústria que é mais guiada por moda que a própria indústria de moda feminina. Isso são só rabiscos. Isso é uma insanidade. Quando essa idiotice vai parar?” (Larry Elisson – co-founder and CEO of Oracle)

Eu concordo com eles. Particularmente, acho tudo isso uma grande moda, interesse de um grupo elitizado que quer dominar o mundo, astiando a bandeira dos sonhores da internet, dos senhores da tecnologia digital. E as grandes empresas se unirão para isso. Uma grande moda que só fixa na cabeça dos mais fracos assíduos consumidores de ilusão. E, que se os consumidores e usuários aceitarem isso, realmente vai acontecer em grande escala.

A tecnologia não tem que ditar o poder de expressão e nem ameaçar a privadidade do cada um. Muito menos, nossa vida futura ser ditada por uma elite gananciosa que quer prestígio e fortuna. Onde estará o real benefício para todos, se um dia isso acontecer como deseja o Google? Reflita!

Eu sou a favor da liberdade, e contra qualquer tipo de ato que mais me lembra um “troia”, com o papinho de que vai ser uma revolução, inovar e beneficiar, quando na verdade vai estar decretando o fim da privacidade e a total dependencia dos senhores donos da internet.

E você? Tem opinião?

Tema Portal WordPress - PortalPress


One Response to “Cloud Computing, interesse de dominar o mundo”

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>