Eu os convido para as minhas aulas e os apresento como, “Esse é o futuro do jornalismo”


…Foi o que disse Dean Nelson, diretor do curso de jornalismo da Universidade de Point Loma Nazarene, em San Diego.

Ao longo dos últimos dois anos, alguns dos segredos mais sórdidos da cidade vieram à tona – oficiais da cidade com conflitos de interesses e aumentos de salários encobertos, moradia popular que não tinha preço acessível, estatísticas criminais ilusórias.

As investigações começaram. Os chefes de duas agências de reurbanização foram forçados a se demitir. Um deles enfrenta processos criminais. Contudo, as principais revelações não vieram da televisão, do rádio ou do principal jornal de San Diego, The Union-Tribune, mas sim de um grupo de jovens jornalistas de um site sem fins lucrativos, operado a partir de uma antiga base militar, longe dos prédios envidraçados do centro – um site que não existia há quatro anos.

Enquanto os jornais nos EUA encolhem e se desfazem de funcionários, e telejornais perdem audiência, um novo tipo de serviço de notícias na web está surgindo em várias cidades, tomando conta de parte desse nicho e forçando a mídia convencional a seguir as histórias descobertas pelos sites.

O http://voiceofsandiego.org/, que oferece reportagens sérias e originais de jornalistas profissionais – a alçada da grande mídia, mas sem os custos com papel e tinta. Desde sua fundação em 2005, operações similares apareceram em New Haven, Connecticut; em Minneapolis e Saint Paul, Minnesota; Seattle; Saint Louis; e Chicago. Outras estão a caminho.

Sua cobertura de notícias e profunda reportagem investigativa se destacam na paisagem da Internet, há muito tempo dominada por comentários partidários, fofoca, sátiras e jornalismo comunitário feito por amadores voluntários.

“O Voice está realizando um trabalho significativo, focando sua pauta em reurbanização e outras questões, e colocando políticos e empresários locais na berlinda”.

Tema Portal WordPress - PortalPress


Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>