Facebook é processado por não excluir informações dos usuários


Quem me conhece bem sabe que sou o tipo de pessoa que nunca aceita somente o lado A da coisa quando me deparo lendo uma notícia ou vivenciando uma situação. Procuro sempre analisar o outro lado, o do interesse. Acredite se quiser, para tudo o que você vivencia e consome, há interesses maiores vindo de grupos poderosos, seja na internet ou fora dela. Se você realmente compreender o que quero dizer, isso significa que você e eu somos feito ratos de laboratórios que têm um número de identidade e que pode ir e vir.

Quando falamos de negócios na internet, apesar de alguns pensarem que na web tudo tem menor valor, toda start up tem interesse no capital, acima de tudo. Enquanto tentamos empreender na internet ao criar algum serviço ou produto online, existem empresas de olho no mercado para encontrar qualquer start up perfeita para algum grupo com ideais obscuros e possuidores de alto poder sobre investimentos.

Como pode perceber que este post caminha para o lado humanismo da coisa, não antropocentrismo, então quero dizer que todos os serviços online que mais sentimos necessidade de usar, são aqueles que têm maiores interesses escondidos. Para citar um deles: Facebook.

Facebook tem mais de 800 milhões de usuários nos seus servidor de banco de dados, e cada usuário tem milhares de informações e conteúdo sendo compartilhado e armazenado a cada segundo. Logicamente, este é o tipo de serviço que qualquer poderoso ganancioso precisa para cruzar dados dos indivíduos e facilitar o controle sobre cada um deles. É por isso que serviços de rede social e mídia social recebem boas doses na injeções de investimentos.

Até que demorou para aparecer pessoas que, além de pensar no lado B da coisa, tiveram atitude de iniciar processos contra a Facebook. Facebook é processado por não excluir informações dos usuários. Segundo esses usuários, eles descobriram que a Facebook não exclui informações quando o usuário solicita ao clicar em apagar, e o que é algo ilegal.

O que fazem os principais serviços online ao entregar-nos ferramentas e coisas gratuitas? Como dizem eles, stuffs for free

Não quero com esta postagem incentivar que as pessoas caiam fora do Facebook, mesmo porque elas não podem o fazer. Uma vez dentro, nunca mais fora.  Somos dependentes da coisa, não somente como pessoa física, mas até mesmo empresas que precisam atuar na internet. Este post foi escrito apenas para conhecimento geral.

Tema Portal WordPress - PortalPress


5 Responses to “Facebook é processado por não excluir informações dos usuários”

  1. Braga

    Isto tem realmente muita piada, pois todos vão para as redes sociais para partilharem dados pessoais e depois criam confusão sempre que alguem se lembra de dizer que há problemas na privacidade das redes sociais.

    Reply
  2. Desentupidora

    Tenso isso ai em. O Google também é craque em coletar informações de usuários. O mesmo deve ocorrer com o Twitter e demais redes sociais. Já passou da hora dos governantes criarem leis mais atuais de assuntos relacionados a internet x usuário x informações.

    Valeu pelo post mano!

    Reply
  3. Desentupidora Esgolimp

    Isso é que nem nota fiscal paulista, você pede pede pede e depois se fode quando crusar informações na receita de quando vc gasta e de quanto ganha hehehe…

    Reply
  4. Desentupir 24h

    Além da exposição da privacidade, as redes sociais proporcionam amplas facilidades para que sejam cometidos os mais diversos tipos de crimes virtuais, conceito que cada dia está mais presente no cotidiano dos internautas.

    Reply
  5. Desentupidora Esgolimp

    As informações pessoais divulgadas através das redes sociais tornam as pessoas presas fáceis para que pessoas inescrupulosas cometam toda sorte de irregularidades, incluindo a possibilidade de chantagens e extorsões.

    Reply

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>