Marketing de permissão


O marketing está se tornando tecnológico e a tecnologia, marketeira.

Eu acredito e tenho certeza que: o modelo tradicional de publicidade na internet, está chegando ao fim.

A maioria das agências online estão empenhadas em apresentar resultado para a própria agência e não para o cliente. Trabalham em função dos prêmios que podem ganhar e com conquista de carteira/investimentos que se perdem em campanhas baseadas num conceito de pré-bolha de interatividade. E, não precisa ser nenhum expert em comunicação de mídias interativas pra “sacar” isso: coss media.

Internet é muito mais do que uma jaula que abriga sites e flashs interativos, fórmulas copiadas de campanhas de sucesso em países de fora ou de alguma outra agência concorrente que ganhou algum prêmio de alguma peça de algum cliente.

Os anunciantes estão pedindo uma nova maneira de se comunicar com o seu público, e a maioria das agências de internet ainda oferecem o caduco pacote tradicional.

Está chegando a hora da morte para o marketing de interrupção, que cria peças online para irritar o usuário que muita das vezes nem é o público alvo, e é obrigado a visualizar uma coisa que não sabe e não pediu para estar conhecendo. Esse empurraempurra de flash banners ultrafiurulentos que quer mesmo é ganhar atenção, e quem sabe, algum prêmio de critividade.

Mas enfim, todo esse marketing de interrupção que é o que você sofre ao ver um filme ou um vídeo na internet, ao ter um conteúdo periodicamente interrompido por propagandas que você não pediu para ver e que atrapalham o fluxo de informação que você está adquirindo.

Algumas grandes macas investem um bom dinheiro para exibição de banners e hotsites, pra quê?

Será que não está na hora de voltar atenção para o marketing de permissão, quando a empresa/marca lhe pede permissão para veicular uma propaganda, quando lhe pede permissão para assinar uma newsletter até quando você mesmo teve a iniciativa de se cadastrar. O interesse do marketing de permissão é ter clientes satisfeito, ciente, e que acima de tudo, verdadeiramente está necessitando do que pode dar.

É assim a nova comunicação digital que as agências ganhadoras de prêmios não querem aceitar. E nesse novo mundo, o Google chegou para mostrar, na marra, que está na hora de fazer algo mais fundado.

Tema Portal WordPress - PortalPress


2 Responses to “Marketing de permissão”

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>