Nós fazemos a Web


Nós fazemos a web! Sim, somos nós, desenvolvedores, os responsáveis pela gestão da informação digital e design de interface.

Era uma vez uma rede brasileira que surgiu por volta de 1987, quando um grupo de pesquisadores acadêmicos se reuniu na USP, junto a representantes do governo e da Embratel, para decidir a criação de uma rede nacional de pesquisa com fins acadêmicos. Foi no ano seguinte que tudo se concretizou. O LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica), CNpi (Centro Nacional de Pesquisa em Informática) e a Fapesp ligaram-se a redes internacionais. Em 1994, após muitos estudos, a internet chegou ao Brasil.

Nesta época, eu que ainda brincava de bola e nem tinha computador nem imaginava um dia entender tecnologia de internet. Quando ganhei meu primeiro PC (com modem 56kbps) em 1999, fiquei maravilhado com a web. Naquela época eram raros os sites bem estruturados, esteticamente falando. Ninguém sabia como escrever HTML, o que ocasionou curiosidade por parte dos internautas. Os “micreiros amadores” surgiram. (Eu fui em deles. E quem não foi?).

Houve uma epidemia de amadores brincando com HTML escritos de modo errado, imagens estouradas e não equalizadas. Quando a internet ficou mais séria, perceberam que a tecnologia crescia e o conteúdo ficava cada vez mais amplo. Os “micreiros” de fim de semana tiveram que abandonar suas atividade, para dar lugar aos Web Developers e Web Designers.

Hoje, os desenvolvedores precisam escrever seus sites corretamente e estar “em dia” junto ao W3C. Além da questão de semântica é preciso estudar questões ergonômicas favoráveis à funcionalidade e usabilidade. Há também a questão da linguagem dinâmica adequada, dependendo da categoria, segmento e porte de cada site.

O que o futuro reserva? Uma das grandes novidade, foi a criação do sistema de busca de microformatos, Technorati Tag Search, da Technorati. A Technorati é o maior incentivador dos microformatos, que aos poucos se adaptará à web. Até Bill Gates já declarou oficialmente que usará os microformatos nos seus próximos sistemas. A Yahoo e outros grandes também estão na parada. Alguém tem duvidas de que microformats será o futuro?

Quem acompanhará toda essa tecnologia [que às vezes me dá medo]? Somos nós!

A Web, que está se tornando uma plataforma, depende de nós que trabalhamos exaustivamente a seu favor. Os beneficiados: o mundo todo! Será que estou viajando?

Nós fazemos a web, sim!

Tema Portal WordPress - PortalPress


4 Responses to “Nós fazemos a Web”

  1. Marcos

    é uma verdade dita sob visão bem geral.

    eu não dou nome como designer e programadores, pois pra mim são todos desenvolvedores.
    e se não fosse os desenvolvedores, a possibilidade de visualizar e interagir com sites seria bem arcaia.

    Reply
  2. Carlos

    Foi fundo!!

    Ja pensou o que seria de nos se nao fosse a Microsoft, Tim Berners-Lee, Hakon Wium Lie e Rasmus Lerdorf?
    Estamos apenas trabalhando conforme os metodos que eles estabeleceram. Eles sim fizeram a web, e nós estamos dando continuidade a ela.

    Reply
  3. pablo-g

    Thalis,

    Conheci teu blog lá no revalução etc. nota 10 pelo bom gosto no design e conteúdo dos posts.

    Em resposta ao seu post:
    concordo com voce e o amigo Carlos ai em cima. o profissional de web que mexe com design e programação é quem dará continuidade a ela. nao sou expert nos microformats mas acredito que será uma tecnologia do futuro sim

    sucesso

    Reply
  4. thalisvalle

    Valeu!

    O comentário de vocês me fez imaginar: e o que seria de Tim Berners-Lee e Hakon Wium Lie “Howcome” se não existisse interessados em aprender os seus métodos (movidos pela paixão), para ampliar a “plataforma” de sites? Mais além… o que seria dos grandes portais, das grandes marcas que alcançaram metas através de ações de marketing e peças interativas, se não existisse uma ferramenta apropriada – site?

    Resumindo, o que seria da web, se hoje existissem apenas os nerds Tim Berners-Lee e Hakon Wium Lie, por exemplo? 🙂

    Dá pra gerar grandes discuções, heim…

    Reply

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>