Spam, Estratégia de Suicídio


Quando se fala em Marketing de Internet, logo vem à mente: divulgar, promover ou vender na internet ou pela internet.

Qualquer usuário/consumidor pensa assim. Do mesmo modo como os “micreiros” desenvolvem sites com péssima estética visual e sem navegabilidade, também se arriscam a criar peças e a elaborar campanhas on-line, sem os devidos estudos de casos ou planos de marketing. Do mesmo modo como os “micreiros” escrevem toda a estrutura HTML/XHTML de forma errada, também arriscam o nome de uma marca.

Pelo óbvil, será que o Spam é uma forma inteligente de divulgar algo? Ou será que é uma forma de exibir algo, no desespero de sobreviver ao mercado?
A empresa ou marca que faz Spam, não só desrespeita seus usuários, como subestima a inteligência deles, pois credibilidade não se aplica ao serviço/empresa que pratica este ato.

Outro ponto a observar, é o de que, não se dá apreço à inteligência do consumidor, e que este, na verdade nem poderia ser considerado como sendo o target, pois os Spammers não praticam a segmentação.

São estes, motivos que fariam com que qualquer usuário/consumidor deduziria que, uma empresa que “tenta” promover seu serviço ou produto, atirando para todos os lados e sem direção, e sem um plano de marketing ou correta codificação dessas mensagens, trata-se de publicidade de amador e um ataque à inteligência do consumidor. É uma estratégia de Suicídio.

Tema Portal WordPress - PortalPress


2 Responses to “Spam, Estratégia de Suicídio”

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>